top of page

Perigos Ocultos: A Segurança da Comunidade LGBTQIA+ em Aplicativos de Relacionamento


Por Eduardo Sousa

Crédito: Google


Nos últimos anos, aplicativos de relacionamento tornaram-se essenciais para a comunidade LGBTQIA+, oferecendo uma plataforma para conexões sociais e amorosas. No entanto, esses apps também escondem perigos significativos, como fraudes, extorsão e violência.


Em São Paulo, nos últimos meses, acompanhamos um crescimento expressivo na ocorrência desses crimes. Um caso que chamou a atenção foi o assassinato do jovem Leonardo Rodrigues, de apenas 24 anos, após um encontro marcado por meio de um aplicativo de relacionamento.


Para assegurar sua segurança, antes de sair de casa, por volta das 23h, ele enviou sua localização para amigos monitorarem o percurso e avisou que, caso não voltasse até as 2h, a polícia deveria ser chamada.


Sem notícias de Leonardo após o horário estipulado, um dos amigos fez um boletim de ocorrência. Eles ficaram desconfiados quando o perfil do rapaz com quem Leonardo iria se encontrar foi deletado do aplicativo.


"Ele morreu porque ele era gay. A gente está vivendo em um mundo de ódio. Mas é um ódio que é direcionado. Você não vê ódio contra heteros, você não vê ódio contra brancos ou contra ricos. Você vê ódio contra pretos, pobres e contra gays", afirmou o pai da vítima ao G1.


Na mesma região onde Leonardo foi baleado, outros nove homens foram atraídos para emboscadas. Alguns foram furtados, outros sofreram agressões e poucos conseguiram sair ilesos. Veja como tem sido o modus operandi dos criminosos:


  • Eles conhecem o suposto rapaz pelo Hornet ou Grindr;

  • Após conversar por dias é marcado um encontro na região;

  • O suspeito se oferece para pagar um carro de aplicativo até o local e acompanha a localização em tempo real da vítima;

  • Chegando ao local as vítimas são abordadas por dois homens em uma moto que anunciam o assalto;

  • Os criminosos levam celulares e cartões;

  • Uma vítima chegou a relata que os criminosos atiraram contra ela, mas conseguiu sair do local e pedir ajuda para uma moradora

  • Outra vítima contou que foi agredida pelos homens


Este e outros casos nos acende o alerta de que devemos, cada vez mais, enquanto comunidade, nos defender e prevenir, para nos mantermos seguros e, sobretudo, vivos.


Para garantir isso, é importante nos distanciarmos do moralismo e discutir riscos, além de debater formas de prevenção baseadas em dados.


Riscos Específicos


1. Perfis Falsos e Fraudes: Criminosos criam perfis falsos para atrair e enganar usuários, levando a situações perigosas e financeiras comprometedoras. Em São Paulo, cerca de 90% dos sequestros relâmpago estão ligados a encontros marcados por esses aplicativos.

2. Extorsão e Chantagem: Usuários LGBTQIA+ podem ser alvo de chantagem, onde informações íntimas são usadas para extorquir dinheiro.

3. Violência Física: A violência contra membros da comunidade LGBTQIA+ pode ocorrer em encontros planejados através desses aplicativos.


Dados Estatísticos


Casos de Crimes Relacionados a Apps de Relacionamento em São Paulo

Ano 

Casos Registrados

Porcentagem Relacionada à Comunidade LGBTQIA+

2020

500

20%

2021

750

25%

2022

1000

30%

2023

1250

35%


Tipos de Crimes Mais Comuns

Perfis Falsos

Extorsão

Sequestros Relâmpago

Assédio      

Homicídio 

                       |Fonte: Secretaria de Segurança Pública de São Paulo.     



Como Usar Aplicativos de Relacionamento com Segurança


1. Verificação de Perfis: Use aplicativos que ofereçam verificação de identidade para confirmar que a pessoa é quem diz ser.

2. Encontros em Locais Públicos: Sempre marque encontros em locais movimentados e informe a amigos ou familiares sobre seus planos.

3. Pesquisa Antecipada: Pesquise o nome da pessoa no Google e redes sociais para verificar a autenticidade do perfil.

4. Mensagens Dentro do Aplicativo: Prefira manter a comunicação dentro do aplicativo até se sentir confortável.


Embora os aplicativos de relacionamento possam ser uma ferramenta valiosa para a comunidade LGBTQIA+, é essencial que os usuários adotem medidas de segurança para minimizar os riscos. Seguindo as recomendações e mantendo-se vigilantes, é possível aproveitar essas plataformas de maneira mais segura e consciente, contribuindo para uma experiência positiva e segura.


Recomendações das Autoridades


As autoridades recomendam cautela ao utilizar esses aplicativos. Além das dicas acima, é importante:

- Relatar Atividades Suspeitas: Denuncie qualquer comportamento suspeito ou abusivo ao suporte do aplicativo.

- Educação e Consciência: Mantenha-se informado sobre as últimas tendências em golpes e crimes cibernéticos para reconhecer sinais de alerta.


Segurança e diversão podem andar juntas ao utilizar aplicativos de relacionamento. Optar por plataformas que oferecem verificação de perfis, manter encontros em locais públicos, e realizar pesquisas prévias sobre a pessoa são medidas essenciais. Além disso, manter a comunicação dentro do aplicativo até se sentir seguro, relatar atividades suspeitas e se manter informado sobre golpes cibernéticos são práticas recomendadas. Seguindo essas orientações, é possível aproveitar os benefícios dessas ferramentas de forma consciente e segura, garantindo uma experiência positiva e protegida.






28 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page